• Fetep

Notícias - ENIT 2017


25/09/2017 - 07:00:20

A quinta edição do ENIT - Encontro e Feira de Negócios, Inovação e Tecnologia superou as expectativas de público e qualidade dos eventos paralelos. Durante os três dias de evento, milhares de visitantes, entre empresários, estudantes e apaixonados por tecnologia participaram dos atrativos.

Além da feira, que atraiu grande público, o ENIT foi destaque pelos eventos paralelos oferecidos. Palestras, workshops, minicursos e painéis de debate, proporcionaram conhecimento e oportunizaram a troca de experiência. "O ENIT é o maior evento dessa área realizado no Sul do país, e já estamos trabalhando na próxima edição a qual novamente deverá superar em inovação", afirma o presidente da FETEP, Osmar Mühlbauer.

O ENIT é uma realização da FETEP e UDESC e contou com o patrocínio da WBT Internet, UniCesumar, Condor, SCRCred, Sebrae, Caixa Econômica Federal e A Gazeta e tem o apoio da QiNetwork, Prefeitura de São Bento do Sul, Univille, Recepit, IFC - Instituto Federal Catarinense, Sebrae, Acisbs, Unisociesc, UNC, Senac, Crea-SC e Aeaplan.

Destaques da feira

Uma das sensações da quinta edição do ENIT foi a criação da cópia do robô R2-D2 da série Star Wars. O robô foi desenvolvido por Fernando da Costa, Fabiane Melo Neves, Rauni Nobrega e Elwis Denk, do núcleo de automação e robótica da FETEP, e patrocinado pela WBT Internet. Ele circulou pela feira realizando filmagens, projeções e reproduzindo sons, além de ser o foco de muitas selfs.

Eventos paralelos

Muitas propostas foram discutidas durante o ENIT e nos eventos paralelos, em destaque os painéis de diálogo, o público interagiu buscando e apresentando soluções. "É um grande evento e sem dúvida nos proporciona muito conhecimento", afirmou o palestrante do painel ?O futuro dos Negócios?, Fabian Luiz Mendonça Souza.

Desafio ITFETEP

Durante o ENIT aconteceu a fase final do Desafio ITFETEP com a apresentação de seis projetos para investidores Anjo. Na última noite do evento foi divulgada a proposta vencedora que receberá investimento para a execução. De autoria da estudantes de Sistemas de Informação da Udesc, Fabiane de Melo Neves, o projeto premiado visa a inclusão com adaptação de cadeiras de rodas. "A proposta é garantir conforto com segurança", explica Fabiane. A cadeira sugerida terá sensores para medir a pressão arterial, pressão da bexiga, além de vibradores e sensores infravermelhos para massagem visando melhor circulação sanguínea. Segundo Fabiane, a ideia é dar qualidade e conforto. "A cadeira utilizará sensores que medem também diabetes e acionam socorro se houver necessidade", acrescenta.

Fonte: Luciane Nagorski Augustin

Twitter Facebook Google+ LinkedIn